Flavorwire: teorias da conspiração sobre personagens clássicos da Literatura, por Natan

By | terça-feira, janeiro 29, 2013 Leave a Comment

Boa noite, gente bonita, alegre e sensual!

Como vão vocês? Bem, né? Espero. Ou melhor do que eu, também espero, porque agora há pouco passei uma raiva de um tamanho que, olha, não cabe no poema. Mas tudo passa, tudo passará, já dizia a música.

Hoje venho trazer mais uma tradução exclusiva do Escolhendo Livros pra vocês, e essa tradução particularmente me agradou porque diz que todo mundo é doente e viado HAHAHA ok, não necessariamente, mas vamos logo ao que interessa e vocês vão ver do que eu tô falando.




Pulei a introdução do artigo e fui logo ao que interessa, mas o link original em Inglês está no final do post, a quem possa interessar, e alguns intertextos que há no artigo também vão estar linkados (em Inglês). Vamos lá!

Nick Carraway é gay




O acima mencionado Greg Olear nos convenceu em dois pontos - primeiro, o modo como Carraway descreve personagens femininos como opostos aos masculinos (estes com muito mais paixão e atenção aos detalhes físicos do que aqueles), e, segundo, aquela cena com Mr. McKee, a qual, agora que lemos isto, só pode ser um encontro. O que é interessante para sabermos sobre essa revelação é isto: se o Gatsby que conhecemos tem sido analisado o tempo todo por alguém que está perdidamente apaixonado por ele, precisamos voltar e reavaliar. 

Todo mundo em Ursinho Pooh é um clássico exemplo de algum distúrbio mental



Em 2000, o Canadian Medical Association Journal publicou um artigo diagnosticando os habitantes da Bosque dos Cem Acres com distúrbios mentais. "Na superfície, é um mundo inocente", o artigo começa, "mas, quando examinado com mais proximidade pelo nosso grupos de experts, nós encontramos uma floresta onde problemas neurodesenvolvimentais e psicossociais passam despercebidos e sem tratamento". Aqui está o que você quer saber: supõe-se que Pooh tenha distúrbio de déficit de atenção, Leitão sofra de uma ansiedade generalizada, Bisonho, de distimia crônica (depressão); Corujão é disléxico, o tigre exibe hiperatividade e impuslvidade, e Christopher Robin (ou melhor, as ilustrações dele) mostra sinais de "futuros problemas de identidade de gênero".

Holden Caufield é gay, também



Ouvimos essa teoria aparecer muitas vezes durante os anos, apoiada por fãs que citam a atenção de Holden para os detalhes físicos de seus amigos homens, sua confusão ou ainda repulsa ao pensamento de fazer sexo com uma mulher, a ambiguidade de sua interação com Mr. Antolini. Então, novamente, ele poderia ser igualmente tão confuso em relação a sexo quanto um adolescente heterossexual de dezesseis anos.

A jornada de Odisseia demora tanto tempo porque Ulisses não queria voltar pra casa



Por que Ulisses demora dez anos pra voltar de Ítaca depois do fim da Guerra de Tróia? Uma teoria é que ele não queria voltar para a sua antiga e entediante vida, e toda aquela perda de tempo com deusas-bruxas e ciclopes eram apenas nosso herói arrastando os pés. Esta interpretação não é nenhuma novidade, porém: Lord Alfred Tennyson gostou tanto da ideia que escreveu um poema sobre isso. 

Hogwarts estava apenas na imaginação de Harry Potter



Nós tropeçamos com essa na Cracked, onde Karl Smallwood desenrola a teoria. A saber, Harry era uma criança explorada que lidou com isso fugindo para um mundo de fantasia, e tornando todas as suas feridas da vida real em feridas mágicas (Harry é enviado para a enfermaria seis vezes durante a série). Isso também, Smallwood percebe, ajuda a sustentar todos os buracos no roteiro inerentes ao mundo de Rowling - é tudo a mente explorada, mas em crescimento, de Harry tentando encaixar tudo.

Dorothy é uma bruxa



Há muita controvérsia a respeito de se "O Mágico de Oz" de L. Frank Baum era pra ser tido como sátira política de um tipo de outro, mas nós gostamos desta teoria que vimos no TVTropes: "é geralmente considerado que em 'O Mágico de Oz' de L. Frank. Baum, Boq e Glinda a Bondosa estão enganados quando inicialmente assumem que Dorothy Gale é uma bruxa, mas Dorothy evoca o vórtice que a trouxe para Oz em primeiro lugar, ela dá vida, ou o semblante dela, para um espantalho e um conjunto de armadura, ela conversa com e dá vida a animais selvagens, e ela toma controle de macacos voadores, antes de finalmente usar os poderes dos sapatos prateados para se transportar de volta para o Kansas. 

Sherlock Holmes e Dr. Watson são apaixonados



A original dupla ambiguamente gay, a especulação sobre esses dois nunca termina, especialmente por mais e mais adaptações estrelando belos atores surgirem (e aqueles belos atores continuam fazendo coisas do tipo descrever a série Sherlock da BBC como sendo "a história mais gay da história da televisão"). Tem havido extensa pesquisa sobre o assunto, e as teorias divergem (um deles é uma mulher! Um deles é um transexual! Holmes está constantemente molestando Watson!), mas temos certeza de que Arthur Conan Doyle jamais admitiria nada. Mesmo que ele fosse parar depois de "Um estudo em vermelho", mas ele decidiu seguir adiante depois de um encontro com Oscar Wilde em um hotel. Só comentando. 

O leão marinho e o carpinteiro são Buda e Jesus



Pelo menos se você escutar Loki. Houve muitos, incluindo o ensaísta britânico J. B. Priestley, que discutiram que as figuras no poema de Lewis Caroll eram figuras políticas, embora isso pareça ter sido redondamente refutado. 

______________

Então é isso, gente bonita. Em breve eu venho aqui com post original, ou um vídeo, ou alguma coisa útil. Minha vida está meio de cabeça pra baixo, por isso ando um pouco sumido, mas logo tudo se ajeita etc. Enquanto isso, a gente se vê quando/como/se der. Um beijo em todos vocês, fiquem com Deus quem acredita Nele e com Karl Marx quem não acredita. Até mais!


"Teorias da conspiração sobre personagens clássicos da Literatura" é uma tradução exclusiva do Escolhendo Livros deste artigo do Flavorwire.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: