Como Expandir os seus Horizontes Literários

By | sexta-feira, novembro 15, 2013 Leave a Comment
Imagem: my-cherry-blossom
Aprender a ler é uma questão muito mais complicada do que nós gostamos de admitir. Quando uma criança não demonstra afinidade pela leitura, uma das primeiras coisas que os professores fazem é dar um antigo conselho que provavelmente soa óbvio a primeira vista, mas que é, na verdade, muito eficiente: "Procure um assunto que te interessa". Normalmente, a dica é tiro e queda: Segmentar as suas escolhas te ajuda a digerir um amontoado de páginas com mais facilidade. Porém, poucos percebem o grande risco de levar este aprendizado como uma mantra de vida. Está na hora de aprendermos a ler o novo, de novo.

Pense bem. Quando você entra em uma livraria, qual é o primeiro lugar que você vai? Quando tinha 14-15 anos, eu simplesmente passava direto para a seção de Literatura Infanto-Juvenil Estrangeira, mas especificamente, para a prateleira dos Romances. Uma das lembranças mais fortes que eu tenho é das horas e horas que passava no quarto, devorando Meg Cabot como se fossem um saco de batata fritas do Mac Donalds. 

Não me leve a mal; ainda amo A Mediadora e compro romances teen avidamente, mas hoje, a primeira coisa que me passa pela cabeça ao reviver essa memoria é o quanto eu gastei tempo com as mesmas histórias. Essa fixação em pegar livros em que eu já sabia que iria gostar de cara me fez esquecer o prazer do novo, do inesperado, do estranho... Daquilo que nos motiva a testar os nossos próprios limites. Pensar que s e eu tivesse mantido meus hábitos adolescentes eu não teria conhecido Lionel Shriver, Ursula K. Le Guin, Oscar Wilde, Stephen King, Anne Rice e Marçal Aquino é simplesmente assustador, e por isso, dedico este post a uma nova filosofia:

Vamos esquecer o favoritismo literário.

Eu sei, não é facil. No começo, sempre teremos uma inclinação a comprar aquele novo livro que tem TUDO que te atrai, mas dessa vez, eu preciso que você segure os seus impulsos e desafie a si mesmo. A proposta a seguir é um estímulo a você, leitor-de-um-gênero, a abrir os seus horizontes literários e descobrir novos tipos de literatura para enriquecer a sua biblioteca particular.

Aquela tal menina que roubava livros sabe muito bem disso...

1) Passeie em livrarias.

A livraria é um museu. Ao entrar nela, ande por todas as seções para ter uma visão geral do que está disponível. Nada de correr para uma estante e começar a folhear um livro - Isso apenas limitará a sua visão. Faça um tour por todos os cantinhos da loja do começo ao fim. Essa é uma forma de você se acostumar a olhar para capas de livro diferentes, perder os preconceitos e, quem sabe, criar uma curiosidade insaciável por um livro que você nunca tinha ouvido falar. 

2) Escute as recomendações dos outros.

Amigos, familiares, professores, colegas de trabalho, blogueiros, tanto faz! Procure saber os livros que as pessoas ao seu redor gostaram, o por quê e se eles podem te emprestar para dar uma chance. Se ele tiver aconselhado um livro que você já tinha interesse antes, nada disso: Peça outra recomendação! Pense que, mesmo que você acabe não gostando tanto assim do livro no final, você poderá ter uma opinião sobre a obra e poderá conversar sobre ela com a pessoa (ou comentar no blog do blogueiro - Sim, isso é um estimulo para vocês, leitores do Escolhendo Livros, rá!). Não há nada mais estimulante do que ter alguém para dividir suas ideias!

3) Descubra o que está sendo comentado por aí.

Assine revistas, acompanhe as notícias de sites e blogs, leia críticas de plataformas diferentes, curta fanpages de livros, siga o twitter de vários autores - crie o costume de saber o que está acontecendo no universo da literatura. Quanto mais você tirar o vício dos seus olhos de sempre buscar suas informações no mesmo lugar, mais você partirá para novas jornadas literárias.

4) Compre um livro de um gênero diferente por mês.

Coloquei um estímulo mensal, mas acredito que você deva apropriar esse item para o seu caso (nem todo mundo pode ficar gastando com livros todo mês, claro). O que importa é: Sempre que você for para a livraria adquirir algo já do seu gosto, tente levar outro título de um gênero fora de seus planos. E claro, não adianta comprar e deixar ele na prateleira como uma decoração cult para as visitas ficarem admiradas. Leia. Explore. Não abandone. 

5) Use as redes sociais ao seu favor.

Vou utilizar o Skoob como exemplo, mas caso você prefira o Goodreads, não se acanhe. Nesta rede social, existe uma forma de você separar os seus livros em estantes diferentes e criar metas de leituras que podem te ajudar na organização dos seus futuros planos. No Skoob, as metas costumam ser anuais, então procure colocar pelo menos uns 3 livros divergentes do seu gosto e 1 clássico como um desafio bônus (falo isso por muitas pessoas terem mais dificuldades em ler livros antigos, mas caso não seja o seu problema, procure outra coisa para ser o seu desafio). Lembre-se, leve suas metas a sério!

Gostou das dicas? Lembre-se: Quanto mais você deixar seus favoritos de lado, mais novos favoritos você poderá conhecer. Aproveite o post a sua maneira e não esqueça de voltar aqui para falar as suas experiências. Beijos!







Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: